segunda-feira, outubro 5

O fim de uma era [e o Começo de outra]

O CineCPS foi turbinado, atualizado, e encorpado, virou CultCPS.

O blog que começou tudo, fica por aqui. Vamos manter as postagens, os comentários e toda nossa história online. A equipe que começou como dupla hoje já é um sexteto. A nossa intenção inicial, mostrar para os outros e para nós mesmos que a cidade tem muito para oferecer, continua e se expande - teatro, música, e tudo mais.

Aprendemos bastante, cometemos alguns erros, e recebemos alguns elogios. No CultCPS, uma agenda (ainda em beta!) com todos os filmes da cidade, mais fácil de achar o programa que você quer. O link exclusivo só para as postagens de cinema, opiniões, e muito mais. Idéias? Sugestões? Mandem para o email - vamos manter o cinecps@gmail.com. Borá lá!


Fade...e fim.

quinta-feira, outubro 1

Estréia de Salve Geral

O indicado do Brasil ao Oscar deste ano, "Salve Geral" de Sergio Rezende estréia dia 02/10 (amanhã) em vários cinemas da cidade. O grande impacto na mídia se deu por caracterizar São Paulo na época dos ataques abertos do PCC a instituições públicas e privadas.

O papel principal fica com Andréa Beltrão, que já se mostrou mais do que competente na tela grande. Em seus dois últimos filmes (Zuzu Angel e Onde Anda Você) Sergio deixou muito a desejar como diretor. Esperamos que o longa, com orçamento de 10 milhões surpreenda. Mais detalhes no site do filme.

Confira o calendário de cinema no CultCPS para achar as sessões (alguns cinemas ainda não haviam divulgado os horários para a semana do dia 2. postaremos em breve!). O trailer do filme, você confere abaixo.

segunda-feira, setembro 28

Programadora Brasil- SESC

Terça-feira é dia de filme brasileiro no SESC Campinas. Amanhã (29/09), às 19h30, será exibido Cronicamente Inviável (Sérgio Bianchi, 2000)

“O filme narra trechos das histórias de vida de seis personagens (Alfredo, Amanda, Adam, Carlos, Luis e Maria Alice), mostrando a dificuldade de sobrevivência mental e física em meio ao caos da sociedade brasileira, que atinge a todos independentemente da posição social ou da postura assumida. Estas situações têm como fio condutor um restaurante num bairro rico de São Paulo, que é de propriedade de Luis (Cecil Thiré). Ele é um homem de meia idade, refinado, acostumado com as boas maneiras, mas ao mesmo tempo irônico e pungente. Alfredo (Umberto Magnani) é um escritor que está realizando um estranho passeio pelo país, buscando compreender, a partir de uma visão ácida da realidade, os problemas de dominação e opressão social. Adam (Dan Stulbach), recém chegado do Paraná, é o mais novo garçom do restaurante de Luis, e se destaca dos demais empregados por sua descendência européia, tanto por seu aspecto físico, quanto por sua boa instrução e insubordinação. Maria Alice (Betty Gofman) é uma carioca classe média-alta que está sempre preocupada em manter o mínimo de humanidade na relação com as pessoas de classe mais baixa. É casada com Carlos (Daniel Dantas), um homem com uma visão pragmática da vida, que acredita na racionalidade como forma de tirar proveito da bagunça típica do Brasil. Amanda (Dira Paes), gerente do restaurante de Luis, é uma pessoa cativante, com um passado incerto, encoberto pelas várias histórias que costuma contar para os amigos e os refinados clientes do restaurante.”

Sinopse do site do filme.

GRÁTIS!

terça-feira, setembro 22

Nessa quinta-feira (24/09/09) na CPFL Cultura teremos a pré estréia do documentário "Engarrafados". Documentário de grande qualidade produzido pela Tapiri Cinematográfica. O documentário é todo dentro de um taxi no transito de São Paulo e trás questões e revelações muito interessantes de seus passageiros. Vale muito a pena!

Além de tudo o evento é gratuito!

Programação gratuita e por ordem de chegada a partir das 18h. A CPFL

domingo, setembro 20

Curta-metragens premiados

Via Cine Paradiso recebemos informação sobre dois curta-metragens de Marcos Craveiro que serão exibidos dia 24/09 (19:30) na CPFL Cultural (grátis, por ordem de chegada), com um apelo especial aos Campineiros:

O filme Ultima Estação tem cenas filmadas na Estação Anhumas, e também no Cine Paradiso. O filme conta sobre um jovem humilde, Pedro (SIDNEY LARANJEIRA) e seu grande amigo, Gustavo (RICARDO ROSA), ambos empenhados em realizar um sonho: fazer um filme na velha estação de trem da cidade para reverenciar a memória de seu avô que era ferroviário e tentar conseguir um patrocínio para Associação de Preservação de Trem da Cidade.

A maquina do Tempo de Marcos Craveiro é um filme sobre a Preservação Ferroviária que foi selecionado para importantes festivais no Brasil e nos EUA (entre eles, International Independent Film Festival, NY e Cabo Frio, no RJ).


sexta-feira, setembro 18

Ciclo Vinil Cinematographo!

IFCH- Unicamp

segunda-feira, setembro 14

There is no Spoon


Lançamento dos nossos colegas do Vila D'art aqui de Campinas, o filme "There is no Spoon", já selecionado para a mostra de curtas do MIS, será exibido na Casa do Lago da UNICAMP dia 17/09 as 14:00 como parte do FEIA. A descrição do Igor segue abaixo:

"Inspirado no conto de Lewis Carroll “Alice no País das Maravilhas” e no filme dos Irmãos Wachowski “Matrix”, o curta narra a tentativa de A-lice de compreender e solucionar seus conflitos em um diálogo ao telefone com uma voz misteriosa."





terça-feira, setembro 8

Cinedebate ACP

A Associação Campinense de Psicanálise exibirá o filme A Garota Ideal (Craig Gillespie, 2007) seguido de debate com Lucia Bertazzoli e Walkíria Grant.

Lars, um jovem tímido, apresenta para sua família Bianca, a garota dos seus sonhos. Ocorre que Bianca é uma boneca, mas para Lars ela é um ser real. Acompanhamos a perplexidade da família e da comunidade local diante do delírio construído pelo jovem e a disponibilidade para acompanhá-lo no seu tempo necessário de compreensão. Como pensarmos o lugar do delírio na neurose? E na psicose?

Quando? 16/09/09
Que horas? Filme: 18h Debate: 20h
Onde? Sede da ACP – Rua 14 de Dezembro, 399 – Cambuí
Quanto? Grátis! Porém, as vagas são limitadas e as inscrições são feitas pelo telefone: 3232-4278

(Fonte: programação recebida por e-mail da ACP)

Oficinas de Audio-Visual

O Instituto Hilda Hilst está com uma série de cursos de formação em audiovisual, para adultos e adolescentes. Os cursos acontecem em Campinas e em toda a região. Veja a lista completa no site. As inscrições podem ser feitas até o meio de setembro e as vagas são limitadas!

sábado, setembro 5

Migração para o CULT!

Aos poucos vamos migrar o nosso blog primeiro, o CineCPS junto com o mais novo e abrangente CultCPS (http://cultcps.blogspot.com). Já colocamos por lá um calendário atualizado com os eventos do MIS, Casa do Lago, e Paradiso destes próximos dias. Aos poucos vamos transferir as postagens para lá - por enquanto, vamos manter as duas casa - mais novidades em breve!

sexta-feira, setembro 4

Ciclo François Truffaut na Casa do Lago

É a vez do francês Truffaut na sala de cinema da Casa do Lago, em sessões às 15h e 18h. Grátis.

08/09 (Terça)- Os Incompreendidos (1959)
09/09 (Quarta)- Beijos Roubados (1968)
10/09 (Quinta)- Domicílio Conjugal (1870)
11/09 (Sexta)- Jules e Jim (1964)

Para sinopses, acesse ao site da Casa do Lago

Filmes no MIS!

O mês está transbordando de boas exibições no MIS! Sempre de graça e com debates após os filmes. Viva o cineclube e o cinema brasileiro! Lá vai a programação:

Ciclo Brasil nas Telas
04/09 (Sexta) 19h- Estamira (Marcos Prado, 2004)
05/09 (Sábado) 16h- O andarilho (Cao Guimarães, 2007)

Ciclo Cinema Revolucionário
05/09 (Sábado) 19h30- Terra em Transe (Glauber Rocha, 1967)
O Coletivo de Comunicadores Populares, que organiza o ciclo, disponibiliza textos para auxiliar o debate no site.

Semana do Diretor- Júlio Bressane
Organizada pelo Negativo Online, os debates contam com mediadores de diversas formações, filósofo, escritor, desenhista, psiquiatra, cinegrafistas, cinéfilos e afins! No site há mais informações sobre os participantes. Vale a pena conferir, todos os dias às 19h, menos o sábado!

07/09 (Segunda)- O anjo Nasceu (1969)
08/09 (Terça)- Matou a família e foi ao cinema (1969)
09/09 (Quarta)- Cara a cara (1968)
10/09 (Quinta)- Brás Cubas (1985)
11/09 (Sexta)- Filme de Amor (2004)
12/09 (Sábado) 16h- Dia de Nietzsche em Turim (2001)
12/09 (Sábado) 19h30- Cleópatra (2008)

Programação Especial da mobilização Quem Matou Toninho?
10/09 (Quinta) 19h- Ecos (Pedro Henrique França e Guilherme Manechini, 2008)

Para maiores informações e sinopses, acesse ao site do AAMISC

quinta-feira, setembro 3

O Casamento de Rachel (2008)

Fiquei surpreso com a re-estréia de Rachel Getting Married, um filme de 2008 essa semana. Acho a carreira de Anne Hathaway pouco expressiva e seu trabalho como atriz somente razoável. Este é, sem dúvida seu melhor trabalho. E para uma atriz esterotipada pela beleza e delicadeza, faz um papel que expande sua área de atuação. O roteiro não espanta pela novidade: Kym (Anne) é uma mulher "desajustada" com problemas familiares que vem a tona quando visita sua familia por ocasião do casamento de sua irmã. Do roteiro, é só. Mas talvez por ser tão anti-Hathaway, o papel de Kym é agressivo, espontâneo, destrutivo - e por isso hipnotisa e garante o filme.

Confira no: Cine Paradiso (04-10/SET)
Sexta, sábado, domingo e segunda: 16h15 e 20h30
Terça a quinta as 20h30


quarta-feira, setembro 2

Os Normais 2 (2009)

Já deixo avisado: adoro o seriado "Os Normais". Comprei os DVDs (originais!) para dar de presente. Depois de ver Fernanda Torres ao vivo na peça "A casa dos budas ditososo" - gostei mais ainda.
É uma das poucas comédias de situação que funcionam porque são honestas e extrapolam pelo exagero e não por personagens sonsos.

Para quem gostou do primeiro filme, um alerta - Rui e Vani estão mais velhos e com menos papas nas linguas: Normais 2 é mais escrachado e craso. Mas como o primeiro filme, é uma longa metragem que segue a mesma linha dos episódios da série. Depois de 13 anos de noivado, Vani decide que para manter a chama acesa, precisa apimentar o relacionamento. Conta com participações especiais de atores que já participaram da série (Claudia Raia, entre outros). Dentre os defeitos, fizeram falta os coadjuvantes Selton Mello e Graziella Moretto, e a falta de interesse em genuinamente produzir uma longa-metragem, o que fica evidente nos momentos finais de história e a pressa para terminar o filme. Pra quem gosta da série, nada de novo - muitas risadas. Pra quem não gosta, é mais do mesmo.

terça-feira, setembro 1

Querô na UNICAMP

O bom filme Querô de Carlos Cortez vai ser exibido dia 02/09 as 19:00 no salão nobre da Faculdade de Educação da UNICAMP. Contará com debate, com o ator Danilo Nunes.

segunda-feira, agosto 31

Ciclo Comédia Francesa Contemporânea

Até a Casa do Lago entrou na onda do ano da França no Brasil, essa semana tem sessão às 15h e 18h, grátis:

01/09 -Terça
O Amor Esta no Ar (Rémi Bezançon, França/2005)

02/09 -Quarta
Casos e Casamentos (Valerie Guignabodet, França/2004)

03/09 -Quinta
Má Fé (Roschdy Zem, Bélgica, França/2006)

04/09 -Sexta
Apostando no Amor (Pierre-Paul Renders, França/2006)

(Fonte e mais informações, no site da Casa do Lago)

Cineclube Casa do Lago

Hoje, às 15h pra ver e 18h pra ver e debater, o paulistano Sedução (Fauzi Mansur/1974), faz parte do Ciclo "Boca do Lixo" na Casa do Lago.

Sinopse: Conta a história de uma jovem que não conseguia engravidar e de um pai revoltado que, ao seu modo, ia se livrando dos genros. Mas tudo se complica, quando um espertalhão entra na fila de pretendentes a marido. Baseado na obra de Marcos Rey. Prêmio de melhor filme e direção no Festival de Cinema de Guarujá, São Paulo, em 1974. Prêmios de Melhor Ator: Coruja de Ouro, Air France. 105 min/18 anos.

Grátis!


sexta-feira, agosto 28

Ciclo Diversidade e Rock no MIS

Mais filmes e debates no MIS!

Ciclo Diversidade Cultural – outras linguagens, outros olhares
Curadoria Adriano de Jesus

28/08, sexta-feira, 19h - Ararat (Atom Egoyan, 2002 /Canadá)
Sinopse: Edward Saroyan é um cineasta de origem armênia que está dirigindo um filme sobre os trágicos eventos de 1915, que culminaram com o massacre de parte do povo armênio pelo exército turco. A realização desse filme acaba afetando profundamente a vida de duas famílias. Uma delas, a do jovem Raffi, que ao regressar da Turquia, aonde foi captar imagens do local do massacre, é retido na alfândega com latas de filme. A outra, a de David, o inspetor aduaneiro que se encarrega de interrogar Raffi. Enquanto o rapaz enfrenta uma relação tumultuada com a mãe e a irmã de criação, David encontra-se em fase de reconciliação com seu filho homossexual e o amante dele, que trabalha como ator no filme de Saroyan.116 min

29/08, sábado, 16h Tampopo – os brutos também comem spaghetti (Juzo Itami, 1985 /Japão)
Sinopse: Comédia japonesa na qual a comida tem papel de destaque. O filme mostra a busca da perfeita receita da sopa de macarrão, cartão de visitas do restaurante de Tampopo (Nobuko Miyamoto). Junto com seu entregador de leite Goro (Tsutomu Yamazaki), Tampopo se lança na busca da receita e passam em restaurantes, pesquisando, investigando e descobrindo segredos. Enquanto isso, o filme desenvolve uma série de outras pequenas narrativas paralelas que mostram a importância da comida na cultura e sociedade japonesas.115 min

Ciclo Rock n’ Cinema
Curadoria Gabriel Zanardelli Vince Esgalha

29/08, sábado, 19h30 Quadrophenia (The Woo) (Franc Roddam, 1979 /Inglaterra)

Sinopse: Assim como muitos adolescentes, Jimmy Cooper odeia a vida medíocre, especialmente no que se refere aos seus pais e seu emprego. Apenas quando ele está com seus amigos, Dave, Chalky e Spider, membros da gangue "Mod" - atravessando Londres em sua moto scooter e ouvindo "The Who" e "The High Numbers", ele se sente livre e aceito. Os "Mods" estão sempre brigando com os "Rockers" para defender seus estilos de vida e identidades. Mas a vida de Jimmy chega à um clima agressivo, durante um confronto entre os "Mods" e os "Rockers", em um feriado de três dias, na cidade litorânea de Brighton. O filme traz a implacável batalha entre os "Mods" e os "Rockers", duas gangues rivais de motociclistas. A história é vista através dos olhos de Jimmy Cooper, um jovem e desiludido rebelde, tentando encontrar a si mesmo em Londres de 64. Quadrophenia mudou vidas e atitudes de toda uma geração quando foi inicialmente lançado em 1979. O filme é baseado no álbum do grupo de rock, The Who, de mesmo nome. Dirigido por Franc Roddam, ele retrata de forma realista os sentimentos de desilusão e evidente confusão da juventude, envolvendo à todos com uma ótima trilha sonora assinada por Pete Townshend, incluindo: "Love Reign O'er Me", "Dr. Jimmy", "The Real Me", e "Bellboy".115 min


(Fonte: Programação recebida por e-mail)

quinta-feira, agosto 27

Estréia "Paulo Gracindo"

De 28/08 a 03/09 o Cine Paradiso apresenta "Paulo Gracindo - O Bem Amado", com a direção de seu filho (Gracindo Jr.), Sexta a domingo: as 16h40 e 20h15 e segunda a quinta as 20h15.

Direção: Gracindo Junior - Participações: Arnaldo Jabor, Bibi Ferreira, Cláudio Cavalcanti, Daniel Filho, Dorival Caimmy, Eva Wilma, Fernanda Montenegro, Françoise Forton, Ginaldo de Souza, José Wilker, Lima Duarte.

A trajetória de vida do ator Paulo Gracindo é contada por meio de depoimentos de colegas e amigos, como Arnaldo Jabor, Bibi Ferreira, Cláudio Cavalcanti, Daniel Filho, Dorival Caimmy, Eva Wilma, Fernanda Montenegro, Françoise Forton, Ginaldo de Souza, José Wilker, Lima Duarte, Mauro Alencar, Max Nunes, Milton Gonçalves, Paulo José, Paulinho da Viola, Rogério Fróes e Roberto Carlos. O rico material de arquivo recupera parte da trajetória do ator, que não desistiu de sua arte até o fim da vida, quando o mal de Alzheimer e uma quase cegueira minavam sua energia.

segunda-feira, agosto 24

Cineclube Casa do Lago

A Casa do Lago, além das exibições diárias, estréia o cineclube. Toda segunda-feira terá sessão simples às 15h e exibição seguida das valiosas discussões sobre filme às 18h. Grátis.

"O sentido do cineclube é incentivar a cultura de assistir, discutir e refletir sobre cinema, e sobre as janelas que o cinema nos abre. Para os primeiros três ciclos, preparamos uma programação que retoma momentos e temáticas do cinema brasileiro, e de brasileiros no cinema mundial, de menor visibilidade nas discussões sobre o tema. Os ciclos são: O cinema da ‘Boca do Lixo’; 'Alberto Cavalcanti’ e ‘Carlos Manga’."

Como o Tel comentou no post anterior, o legal e diferencial do cineclube é o espaço propício para digestão do filme. E pra começar o ciclo Boca do Lixo (hoje!), o documentário: “Os bons da boca” (Brasil/2009/50min), seguido de debate com o Prof. Maximo Barro, montador de diversos filmes da “Boca” e produtor do documentário.

Sinopse: “Os Bons da Boca”compõe uma série de depoimentos produzidos especialmente a mostra com David Cardoso, Helena Ramos, Nicole Puzzi, Juan Bajon, Alfredo Sternheim, Neide Ribeiro, João Batista de Andrade, Carlos Reichenbach, José Miziara, João Callegaro, Sebastião de Souza, Patrícia Scalvi, Deni Cavalcanti e Débora Muniz, entre outros, na qual estes artistas tecem um mosaico de narrativas sobre o que foi o ‘Ciclo da Boca do Lixo’ na cidade de São Paulo.

Fonte e maiores informações: Site da Casa do Lago

Programadora Brasil - Janela da Alma

Na Programadora Brasil do SESC, nesta terça dia 25 a partir das 19h30min, vai rolar o filme Janela da Alma: documentário de João Jardim e co-direção de Walter Carvalho. E como sempre, grátis.


sábado, agosto 22

Os debates do MIS

Fui hoje ver "Baixio das Bestas" no MIS. Começamos o filme com uma pequena introdução ao filme e ao objetivo deste formato de "cinemateca" - resumindo o bom argumento de Orestes: consumir menos e "digerir" mais. Fazer jus ao filme como argumento, obra de arte. Começamos o filme - uma pancada. Claudio Assis, o mesmo diretor de Amarelo Manga, tem como intenção ser o mais cru possível. Desde Manga, tenho refletido bastante sobre os retratos carnais e sem-lei do povo do sertão (e.g., Abril Despedaçado). Em Baixio das Bestas, Assis deixa claro que a moral é relativa: nem tudo o que vale pra você, vale para mim. E se a moral é relativa, contextual - nem sempre é claro quem está fazendo mal a quem - nem sempre temos um bandido e um mocinho tão bem definidos.

O filme é primoroso. Tirei minhas conclusões.

Ficamos para o debate. Dos 15 (+ ou -) espectadores, os mais assíduos visitantes se posicionaram em formato de semi-círculo. Os mais tímidos se mantiveram sentados. Começou leve (com inspirada discussão do pessoal do projeto Corujão, curadores do ciclo); e aos poucos o público se soltou. As interpretações e observações de cada indivíduo enriqueceram o filme e trouxeram a tona enormes complexidades na fotografia, roteiro, e atuação - coisa que só crítico de cinema (e poucos!) conseguiriam fazer sozinho. E fazer sozinho é bem mais chato.

Não sabe o que fazer de bom na sexta a noite ou no sábado a tarde. Digira um filme. E faça uma discussão.

Festival Artemob de Campinas

A SEMUTRAN está com inscrições abertas para um festival de curta-metragens feitos com celular e câmeras digitais. A proposta tem um enfoque específico na Mobilidade Urbana em Campinas.:
"Participar do Festival é muito fácil. Basta elaborar e produzir vídeos a partir de quatro diferentes temas: "Um dia sem meu carro", "Viva melhor", "Um novo olhar sobre a cidade" e "Vida sobre duas rodas", fazer sua inscrição em nosso site e anexar o seu trabalho."
O festival inclui prêmios para os três melhores em cada temática. As inscrições vão até setembro.

sexta-feira, agosto 21

Ciclo Copyleft no Cinematographo

Pra começar o semestre, o Cineclube Cinematographo exibe um documentário de 2007 que discute a questão do direito autoral e disseminação de bens culturais através de discursos de diversos agentes da história, com ênfase na produção e disseminação musical: artistas, bambans de produtoras, o pessoal da pirate bay, fiscalização, usuários e consumidores, pessoas como a gente e até a galera do techno-brega do Pará.

Good copy, bad copy é filmado pelos dinamarqueses Andreas Johnsen, Henrik Moltke e Ralf Christensen.

Na semana seguinte, continuando o ciclo Copyleft e o debate acerca do tema, será exibido Steal this Film I e II. Lembrando que os três estão livres, leves e soltos pela net, é só clicar nos títulos.

Segunda 18:30h - Auditório I /IFCH/ Unicamp - Grátis!

Actrices estréia no Paradiso

O segundo filme de Tedeschi como diretora estréia em Campinas. Tem também o ator revelação Louis Garrel (Dans Paris) e o agora somente famoso Mathieu Amalric (do último James Bond). Vale a pena conferir, do dia 21-27/08.

(Actrices - FRANÇA/ 2007 - 107 minutos - 14 ANOS)
HORÁRIOS: 17h00 e 19h30
Resumo: Marcelline (Valeria Bruni Tedeschi) é uma quarentona, solteira e sem filhos, em busca de um marido. Como atriz é bem sucedida e durante os ensaios de sua última peça de teatro, passa a ser atormentada pela sombra de sua personagem. Quando Marcelline é apresentada a Nathalie (Noémy Lvovsky), assistente do diretor, as duas mulheres então percebem que se conheciam desde os tempos de teatro na escola, há mais de 20 anos, e se dão conta que são muito parecidas.

quarta-feira, agosto 19

Cinema Brasileiro no MIS

Essa semana, o Ciclo de Cinema e Filosofia exibe dois filmes brasileiros para debate no MIS:

21/08 (sexta) - 19h - O Veneno da madrugada (Ruy Guerra,2004/ 120min)

Sinopse: Em um povoado perdido em algum lugar da América do Sul, a chuva constante e a lama fazem parte do cotidiano de seus habitantes, com suas vidinhas insípidas e sem perspectivas. As construções senhoriais decadentes revelam uma expectativa de progresso que não se realizou em um passado remoto. Essa estagnação sofre um abalo quando bilhetes anônimos espalhados pela cidade denunciam traições amorosas e políticas, assassinatos, segredos de famílias envolvendo filhos bastardos e romances escusos. Do rico universo imaginário de García Márquez, os personagens de O Veneno da Madrugada vivem situações limite na fronteira do amor e do ódio, da vida e da morte, do banal e do extraordinário, da verdade e de suas muitas possibilidades.

22/08 (sábado) - 16h - O baixio das bestas (Claúdio Assis, 2007/ 80min)

Sinopse: Auxiliadora é uma jovem de 16 anos explorada e mantida dentro de casa pelo avô Heitor em um pequeno povoado na Zona da Mata pernambucana. Durante algumas noites, o avô leva a garota ao posto de gasolina para expô-la nua a troco de alguns reais. Na cidade, Everardo e Cícero promovem orgias violentas na casa de Dona Margarida, onde moram algumas prostitutas.

Fonte: Site do AAMISC

terça-feira, agosto 18

Cine Pagu

"Trata-se de um programa mensal de projeção/debate de filmes que promovam o diálogo com convidados de diferentes áreas do conhecimento. Exibiremos filmes ora clássicos, ora dramáticos, uns cult outros nem tanto, documentários, curtas, animações, alguns aparentemente inofensivos outros com licença poética para ousadias, enfim, películas que, para além do nosso entretenimento, sirvam de mote para outras indagações. Imagens exibidas e/ou omitidas, enredos que abarquem com sensibilidade nossas percepções acerca do corpo, corporalidades, sexo, sexualidades, moral, moralidades, beleza, vaidades, forma, estéticas, hierarquia, poderes, norma, normatividades, normal, normalidades... Cada filme, um finito-ilimitado de nós, dos outros, duelos de identidades, des-identificações, alteridades de aqui e acolá, de ontem, de hoje, duração na tela, nossa própria duração. Neste segundo semestre traremos à tona o tema da monstruosidade e da abjeção, na forma como emergiram em algumas representações cinematográficas, construindo com tons ora animalescos, ora "silvestres", as dimensões do humano/inumano e os jogos entre masculino/feminino".

O primeiro filme deste projeto é o Freaks, de 1932. Veja mais sobre ele no IMDB. A debatedora convidada será Sandra Sofia Machado Koutsoukos, doutora em Multimeios pelo Instituto de Artes da Unicamp e pós-doutoranda em Multimeios pelo mesmo Instituto e bolsista FAPESP. Ela pesquisa a exibição de pessoas em Exposições Universais do século XIX e início do XX. Mais sobre o projeto você pode encontrar aqui.

Dia 19 de Agosto de 2009
Horário: 14:00h
Local: Auditório I - IFCH/Unicamp

domingo, agosto 16

Ciclo Carlos Saura

A Casa do Lago dedica a semana ao cineasta espanhol Carlos Saura. Começa amanhã, com sessões às 15h e 18h:

17/agosto - Segunda - Tango
18/agosto - Terça - Goya
19/agosto - Quarta - Mamãe faz 100 anos
20/agosto - Quinta - Cria Cuervos
21/agosto - Sexta - Ana e os Lobos

Para as sinopses, só entrar no site.

sábado, agosto 15

Rumba (2008) estréia em Campinas

Confira no: Cine Paradiso: Sexta, sábado e domingo as 16h45 e 20h00 e Segunda a quinta as 20h00 (até dia 20/8)
Mais informações no IMDB
Nota: 3.5/5

Dois personagens chave, cores de Almodovar e muito brilho. O filme é assim, difícil de escrever além da sua estética. Os dois professores de escola rural pouco falam entre si e com as poucas outras pessoas que encontram. O cenário bucólico da França costeira traz ares de cidade pequena, gente feliz, e vida pacata. Mas o filme que começa com a paixão dos dois professores pela dança faz reviravoltas a cada minuto. É uma narrativa linear, evento após evento na vida deste pacato casal. Mas o que acontece é tão louco, tão estranho que merece ser visto. É assim, difícil de descrever; as vezes leve, as vezes um pouco chocante, mas também com muito bom humor e sentimento. A sensação ao terminar o filme é nada mais que : "?". Vale a pena conferir na tela grande pelo valor de sua estética e pela história sinistramente bem humorada.

segunda-feira, agosto 10

Foto Filmes

Dentro da Semana de Fotografia Hércules Florence, a programação cinematográfica da terça do SESC é temática:

"Partindo de fotografias fixas, cria-se toda uma dramaturgia. Serão exibidos os seguintes curta-metragens: ARPOADOR (Fernanda Ramos, RJ, 2005, vídeo, 4´), AQUELE DIAS (Gustavo Nasr, RJ, 2004, 35mm, 10´), JUGULAR (Fernanda Ramos, RJ, 1997, 35mm, 5´), JUVENÍLIA (Paulo Sacramento, SP, 1994, 35mm, 7´), PARA SEMPRE ASSIM (João Carlos Lemos e Róger Carlomagno, MG, 2001, 35mm, 7´ ), GAIVOTAS (Cristian Borges, RJ, 1997, 35mm, 10´)".

Terça-feira dia 11 de agosto, 19h30min, totalmente grátis.

sexta-feira, agosto 7

Cinema no MIS

Esse sábado, dia 8, o MIS exibirá dois filmes para debate, são eles:

16h- A alma do osso (Cao Guimarães, 2004)
A Alma do Osso revela, pouco a pouco, a existência aparentemente isolada de Dominguinhos, 72 anos, um ermitão que vive numa caverna encravada numa montanha de pedra. O filme constrói-se com longos silêncios onde o ermitão executa as tarefas do dia a dia, como cozinhar e limpar, e com imagens que vão para além do seu território. Ao final descobrimos que na vida do ermitão o silêncio é o lugar comum, o estado normal em que o tempo passa. A fala é o estado de exceção. 74 min

19h30- Surplus (Erik Gandini, 2003)
Surplus não é apenas uma crítica ao consumismo ou a sistemas políticos, mas é um olhar sobre a humanidade. Colocando em discussão não apenas a vida em sociedade e a ordem estabelecida, como também a própria essência humana. As necessidades dos homens, as maneiras de reagir a elas e as formas de controle social acabam por comprometer equilíbrio socioambiental. Um documentário diferente com muitas imagens e música numa linguagem com jeito de videoclipe. 50 min

segunda-feira, agosto 3

Programadora Brasil

Na Programadora Brasil do SESC, nesta terça dia 4 de agosto a partir das 19h30min, vai rolar o filme Amores: comédia brasileira do diretor Domingos de Oliveira. É e sempre foi grátis.


domingo, agosto 2

Anima Mundi SP

Ainda em férias, peguei algumas sessões no Anima Mundi em Sampa. No geral, confesso que achei mais fraco que ano passado. Alguns realmente bons, a maioria meia-boca e alguns realmente ruins. Não sei se pela onda da crise, mas assisti muitos desenhos animados desanimados, que não estavam animando o mundo não. Uma boa porção inclusive tematizando a morte, até combinou com o clima chuvoso.

Fiz um apanhadinho de alguns que valem a pena dar uma espiada, deste e de outros anos.

Muto - Blu/Itália
Ganhou melhor animação pelo júri profissional e o cara tem um trabalho em muros fascinante também: http://www.blublu.org/blog/

Mon Chinois – Cédric Villain/França
Ganhou pelo júri popular.

Noite do Vampiro - Alê Camargo/Brasil
Esse é de um brazuca que vira e meche é selecionado pro Anima Mundi e já ganhou alguns prêmios, esse vídeo foi de 2007. Tem outro que acho coisa linda, que é o Rua das Tulipas:

O Pesadelo Real - Alex Budovsky/Estados Unidos
Esse apareceu esse ano. Simples e bom.

Lapsus – Juan Pablo Zaramella/Argentina
Ao mesmo estilo que o anterior, simples e bom, vi ano passado no especial do autor.
Lánimateur - Nick Hilligoss/Australia
Alguns lugares aparece que ele foi ganhador do Anima Mundi 2008, mas essa informação não consta no site. Não tenho certeza se fez parte da seleção, mas vale a pena ver mesmo assim.

Her Morning Elegance – Yuval & Merav Nathan, Oren Lavie/Israel
Clipe musical, apresentado na sessão Portifólio

Simples e bonito

Los Pecadores – Pablo Polledri/Argentina
Ironicamente singelo

Mr Schwartz, Mr-hazen et Mr Horlocke- Stefan Mueller/ Alemanha
Uma viagem!

How to destroy the world 'Transport' – Pete Bishop/Reino Unido
Não achei legendado :-(

E pra quem quer mais, há uma parte especial no site só com animações feitas para a Internet, é o Anima Mundi Web.

Para além de Campinas

Aproveitei as férias e fui ao Colóquio Cinema, Tecnologia e Percepção, no Rio de Janeiro. Como parte dos eventos do ano da França no Brasil, o ciclo de seminários trouxe franceses de renome. Participaram, entre outros, Jean-Henri Roger (cineasta que fez parte do grupo Dziga Vertov e foi parceiro de Godard em alguns filmes), Marie-Jose Mondzain (pesquisadora com extenso trabalho sobre o estatuto da imagem e professora da École des Hautes Études en Sciences Sociales), Eric Lecerf (filósofo e professor da Paris VIII). O time brasileiro também estava forte, Para citar alguns nomes, a seleção contou com Arlindo Machado, Consuelo Lins, Ilana Feldman, Ivana Bentes, Tadeu Capistrano, André Parente, Fernanda Bruno.

As mesas de discussão foram bastantes diversificadas e, fazendo jus ao tema, recheadas de imagens e trechos de filmes que amenizaram a densidade das apresentações. Variaram entre uma abordagem política de elementos dentro do cinema, como o que representa um figurante, as histórias esquecidas das primeiras projeções, a relação do cinema com o espectador e modalidades de documentários; e entre questões para além do cinema, tal o papel dos meios de comunicação e tecnologias (trem, internet, microscópios, google earth, google marte, vídeos de youtube, orkut, câmeras de segurança, dispositivos de vigilância etc) na constituição de nossa percepção sobre o mundo e imagens que o representam e sobre as relações de poder e controle.

Além disso, o dilema shakespereano se fez presente e provocou algumas trocas de farpas entre Jean-Henri Roger e Arlindo Machado: O que é cinema, afinal? É o que mais se assemelha ao modelo tradicional, película de cerca de duas horas lançadas em telas brancas e planas dentro de salas escuras ou abarca também vídeos curtos de baixa resolução do youtube, como o Tapa na Pantera? Quais as fronteiras? Ser ou não ser, eis a questão.

Mas o que surpreendeu mesmo foi a conferência que encerrou o evento, de Sofia Panzarin, intitulada “A experiência artística imagética para além de suas imagens”. A artista plástica, que perdeu a visão a alguns anos atrás, conta sobre sua experiência de vida e o processo de criação e produção de trabalhos audiovisuais, provando que percepção vai muito além das imagens. Um dos que foi apresentado, pode ser visto aqui

No site dizem que em breve disponibilizarão os artigos do colóquio. Espero que logo, e assim que sair dou um toque. Por enquanto, alguns comentários sobre os seminários (que tiveram uma versão em Vitória), podem ser lidos aqui.

sexta-feira, julho 31

Ciclo Lars Von Trier

Mais um ciclo temático de filmes na Casa do Lago: agora é a vez de Lars Von Trier! Veja a programação, que começa na semana que vem, com sessões às 15h e 18h:

3/agosto - Segunda - Europa
4/agosto - Terça - Dogville
5/agosto - Quarta - Manderlay
6/agosto - Quinta - Dançando no Escuro
7/agosto - Sexta - O Grande Chefe

Jean-Luc Godard no MIS

Continuando a série de filmes franceses no MIS, "A chinea" – “La Chinoise” de 1967, do grande diretor Jean-Luc Godard. É amanha, sábado, as 19:30hs e como sempre, com um bom debate na sequência. É gratis.

Sinopse: Paris, Verão de 1967. Imersos no pensamento de Mao e em literatura comunista, um grupo de estudantes franceses começa a questionar a sua posição no mundo e as possibilidades de o mudar, mesmo que isso signifique considerar o terrorismo como uma via possível. Os personagens de A Chinesa são jovens em processo de encontrar seu lugar no mundo, tateiam no escuro à procura de verdades, mas o que Godard filma é justamente a verdade dessa procura. Intrigante obra-prima.
98 min-P&B

quinta-feira, julho 30

Desejo e Perigo estréia na Cidade

Do diretor Ang Lee abre amanhã (31/07) no Cine Paradiso o filme Desejo e Perido (Se, Jie), uma co-produção China/Taiwan/EUA, todos os dias em duas seções, 17h00 e 20h00hs. Entre outras indicações, melhor filme estrangeiro no Globo de Ouro. Ang Lee fez o maravilhoso e imperível Comer Beber Viver, e o mais recente e uber-copiado Tigre e o Dragão. Veja a sinopse:
"Wang Jiazhi (Wei Tang) é uma jovem chinesa que entra na faculdade durante o período de ocupação japonesa, na 2ª Guerra Mundial. Lá ela participa de um grupo de teatro patriótico, tornando-se rapidamente a artista principal. Entretanto os planos do grupo são mais ambiciosos. Eles decidem assassinar o sr. Yee (Tony Leung Chiu Wai), um colaborador do lado japonês. Wang, então, se transforma em Mak, a fictícia esposa de um mercador. Sua função é se tornar amante do sr. Yee, para facilitar a ação do grupo."
O filme fica em cartaz até 06/08.

Bob Dylan

Onde: Museu de Imagem e do Som (MIS)
Hoje, as 19:00hs com debate após a exibição
Quanto morre: Grátis!

Para os fãs de Bob Dylan, o filme de 2005, "World Tours – 1966 - 1974" será exibido no MIS. Inédito na cidade. Veja mais detalhes abaixo:

O fotógrafo Barry Feinstein registrou com exclusividade as lendárias turnês mundiais de Bob Dylan e The Band nos anos de 1966 e 1974. Neste filme, Feinstein e o Diretor Joel Gilbert fazem uma crônica destas apresentações épicas de Dylan, com destaque para uma seleção de 150 das mais belas fotos de Feinstein - a maioria delas exibidas pela primeira vez - neste extraordinário documento da história do rock e do Bob Dylan. Nos anos que separaram as duas turnês, Gilbert visitou as cidades de Woodstock e Greenwich Village, no estado de Nova York, onde investigou a fundo a vida reclusa de Dylan, antes de seu retorno à estrada em 1974. Gilbert recria o acidente de moto ocorrido em 1966 que vitimou o cantor e compositor. Fez uma parada na "Big Pink" - célebre mansão-estúdio de Dylan -, desvenda o primeiro encontro de Dylan com os Beatles e confronta A.J. Weberman, considerado o maior especialista em Bob Dylan do planeta. Além disso, entrevistas com o cineasta D.A. Pennebaker, o papa do jornalismo especializado em rock Al Aronowitz, o baterista do "The Band" Mickey Jones e alguns convidados inesperados ajudam a revelar as histórias de Dylan escondidas atrás das incríveis lentes de Barry Feinstein. 
120min

sexta-feira, julho 24

Ciclo Nacional da Casa do Lago

O último ciclo de filmes deste mês apresenta somente produções nacionais. As sessões começam às 15h e 18h:

27/07/09 (Segunda) O Mistério do Samba
28/07/09 (Terça) Romance
29/07/09 (Quarta) Chega de Saudade
30/07/09 (Quinta) Se Eu Fosse Você
31/07/09 (Sexta) Se Eu Fosse Você 2

Todas as sinopses podem ser encontradas no site da Casa do Lago.

quarta-feira, julho 22

Durval Discos no SESC

O premiado e recomendado filme de Anna Muylaert vai rolar no SESC dia 28/07 as 19:30hs, como parte do Programadora Brasil (sempre bom!).

Resumo: Um quarentão que teima em vender só discos de vinil em sua loja tem sua vida desestruturada com chegada de uma menina em sua casa. Mas isso explica pouco - o filme tem bons elementos de comédia e um viés psicodélico, bem quando você acha que está tudo muito normal e simples. Durval Discos é que levou a correria recente pelo clássico, mítico, e raro LP de Tim Maia (Racional) que faz parte da trilha do filme. Foi o grande vencedor em Gramado (2002). É grátis, basta retirar ingressos com uma hora de antecedência na Central de Atendimento (entrada do SESC).

Programação do Paradiso

Programação de 24 a 30 de Julho. Somente uma estréia, mas são três filmes em cartaz.

O documentário "O Equilibrista" (Man on Wire) estréia em Campinas. Todos os dias as 18:30hs.
7 de agosto de 1974. Philippe Petit se equilibra, de forma ilegal, em uma corda bamba estendida entre as torres gêmeas, em Nova York. Na época estes eram os prédios mais altos do mundo, sendo que após uma hora no local ele foi levado para um exame psicológico e, posteriormente, preso. Para realizar o feito Petit levou 8 meses planejando-o com amigos, buscando um meio de enganar a segurança do World Trade Center para que pudesse entrar no prédio com a corda de aço e equipamentos. Ganhou o Oscar de Melhor Documentário.

O doce filme de Nadine Labaki, "Caramelo" (Sukkar Banat) continua todos os dias as 16:30hs. Mais sobre o filme no CineCPS.

A premiadíssima animação "Valsa com Bashir" continua no horário das 20:10hs.

segunda-feira, julho 20

Olhos Azuis

Já antecipo que o que escreverei é menos crítica e mais desabafo. Essa que vos escreve foi conferir uma noite do festival. Por coincidência, assisti ao filme que ganhou seis garotinhas de ouro, o Olhos Azuis de José Joffily: melhor longa-metragem ficção, roteiro, atriz, ator coadjuvante (merecidíssimo), som e montagem.

Nessa mesma noite, foi exibido o documentário com o poeta Manoel de Barros, Só dez por cento é mentira, de Paulo Cezar. Uma pena que cheguei atrasada e entrei no meio, isso porque fui de ônibus de Campinas até lá, e digamos que o transporte público para o glamouroso Teatro não colabora com o acesso ao tapete vermelho do evento.

Olhos Azuis também me incomodou. Talvez eu já esteja carregada de expectativas em relação a filmes brasileiros, o que me faz pensar que este pouco se parece nacional: não é nem inventivo, nem global. Facilmente entrará pras grandes redes de exibição, inclusive americanas, o que invés de orgulhar, é motivo de lamento. Lá se vão mais de R$2 milhões pra reproduzir o formato cinema de shopping: pretensioso comercialmente, redundante cinematograficamente.

O roteiro aposta na narrativa e em fórmulas hollywoodianas, abusa de esteriótipos e joga baixo, recorrendo a truques clichês pra criar um clima de suspense e sustos, além de apelar pro maniqueísmo para os momentos de clímax pontuais e decisivos. Não há dúvida que é uma mega produção, elenco internacional, filme multilíngüe (predominando o inglês) e excelentes atuações viscerais. Contudo, mais do mesmo. Pelo menos não tem explosões.

sexta-feira, julho 17

Departures

Confira do Topázio Diariamente:
Quando: 17/07 a 23/07, 15:00hs
Melhor: Sessão Popular (Segunda-Feira), 15:00, Ingresso R$3,00
Nota: 4.5/5

O vencedor de melhor filme estrangeiro no Oscar deste ano veio do Japão: Departures (A Partida). A Um filme atípico. Como outros bons filmes asiáticos o roteiro segue a sutileza de contar um pequeno pedaço de história. Não verás grandes explosões, perseguições em automóveis, nem histórias de amor que sempre terminam bem. O violoncelista e sua música são pano de fundo para a história de um personagem confrontado com a vida em um cidade pequena (sua cidade de origem). Descobre que seu papel como músico o restringe em suas escolhas, e luta contra o preconceito com a sua nova linha de trabalho. O que emociona e cativa é o contraste entre valores tradicionais (cidade) e contemporâneos (violoncelista) na sociedade Japonesa; este contraste é visto pela ótica do trabalho, costumes, lazer, e também pela música. Sem apelos e excessos - uma bela história, contada com carinho.

Veja mais no Topázio.

Programação do COLE

Começando a próxima semana, a Casa do Lago acompanha o COLE (Congresso de Leitura do Brasil) e traz uma programação voltada para o tema:

20/07/09 - Segunda
12h – PROGRAMAÇÃO ESPECIAL DO 17 COLE EM HOMENAGEM A MANOEL DE BARROS: "WENCESLAU E A ÁRVORE DO GRAMOFONE" (15min., Adalberto Müller, 2008).
12:20hs – PROGRAMAÇÃO ESPECIAL DO 17 COLE: SEMEANDO A LEITURA: “LEITURA DE BARRACO” (20min., Lucilia Romão, 2009).
16hs – CICLO FOLCLORE BRASILEIRO: “A FESTA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO" (30 min., Estúdio JPV)


21/07/09 - Terça
12hs – CICLO FOLCLORE BRASILEIRO: "O VELHO CAPOEIRISTA" (18 min., Pedro Abib, 1999).
12:20hs – CICLO FOLCORE BRASILEIRO: "OS ARTUROS FILHOS DO ROSÁRIO" (17min., Projeto Vídeo Rosario, 1997)
16:00hs – CICLO FOLCLORE BRASILEIRO: "O DIVINO DE ALCÂNTARA" (50min., Murilo Santos, 1996).


22/07/09 - Quarta
12hs – CICLO FOLCLORE BRASILEIRO: "O AUTO DO BUMBA-MEU-BOI DA FÉ-EM-DEUS" (30min., Murilo Santos, 1998)
16hs - REAPRESENTAÇÃO DE "WENCESLAU E A ÁRVORE DO GRAMOFONE" (15min., Adalberto Müller, 2008).
16:20hs - REAPRESENTAÇÃO DE “LEITURA DE BARRACO” (20min., Lucilia Romão, 2009).


23/07/09 - Quinta
12hs - REAPRESENTAÇÃO DE "O DIVINO DE ALCÂNTARA" (50min., Murilo Santos, 1996)
16hs - REAPRESENTAÇÃO DE "O VELHO CAPOEIRISTA" (18 min., Pedro Abib, 1999)
16:20hs - REAPRESENTAÇÃO DE "O AUTO DO BUMBA-MEU-BOI DA FÉ-EM-DEUS" (30min., Murilo Santos, 1998)


24/07/09 - Sexta
12hs - REAPRESENTAÇÃO DE "FOLCLORE FESTA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO" (30 min., Estúdio JPV)


As sinopses podem ser encontradas aqui.
Eita horário ingrato... :-)

quinta-feira, julho 16

Rossellini no MIS

Dentro do ciclo "Clássicos do Cinema" somente um filme esta semana. Na próxima, voltam os filmes franceses no MIS. Com o apoio do Coletivo de Comunicadores(as) populares, teremos:

ROMA, CIDADE ABERTA” – “Roma, Città Aperta”
Dia: 18 / 07 / 09 (sábado) - 19h30min - Debate após a Exibição
Direção: Roberto Rossellini, Ano: 1945 – (Itália), 97 min-P&B

Sinopse: Entre 1943 e 44, Roma, sob ocupação nazista, é declarada "cidade aberta", para evitar bombardeios aéreos. Nas ruas, comunistas e católicos deixam suas diferenças de lado para combater os alemães e as tropas fascistas. Filmado logo após a libertação da itália, em locações reais e com atores amadores, Roma, Cidade Aberta tornou-se o marco inicial do neo-realismo italiano, que mostrou ao mundo que era possível se fazer cinema mesmo sob as condições mais precárias. O filme é considerado um dos maiores da história do cinema pela crítica mundial.

quarta-feira, julho 15

Férias na Casa do Lago

Tire as crianças da televisão e leve ao cinema!

"As crianças sempre tiveram um assento reservado na Sala de Cinema da Casa do Lago, mas até 31 de julho elas serão contempladas com uma programação especial, dentro do "Projeto Férias na Casa do Lago", aberta ao público e com entrada franca. Nesta quarta-feira, às 9h30 e às 13h30, o público adulto e infantil será assiste o filme Cirque Du Soleil – Alegria, do diretor Franco Dragone. A magia e a beleza de um mundo virado de cabeça para baixo é tema nesta fábula em que velhos se tornam jovens e reis viram palhaços. Fábulas da infância de muita gente também ganham lugar neste ciclo de férias e serão exibidas quinta-feira (16), nas sessões das 9h30 e 13h30. Entre elas estão Os Três Mosqueteiros Cegos, Os Três Porquinhos, Os Três Lobinhos, Coelhinhos Engraçadinhos, O Leão Cordeirinho e Ferdinando, o Touro. A princesa das princesas apaga o telão na última sessão desta semana, sexta-feira (dia 17). Cinderela poderá ser vista às 9h30 e às 10h30, em um dos contos que cativaram gerações pela qualidade e pela trilha sonora. Até dia 31, as crianças terão muito mais do cinema da Casa do Lago. A programação está sendo definida pelas unidades envolvidas no evento: Programa de Desenvolvimento (Prodecad), Centro de Convivência Infantil (Ceci), Creche da Área de Saúde (CAS) e Espaço Cultural Casa do Lago".

terça-feira, julho 14

Cine Paradiso: Programação da semana

até 16 de julho o filme"CARAMELO" esta nas sessões: 16h30-18h20 e 20h15.

Programação de 17 a 23 de Julho:

"CARAMELO" (Sukkar Banat, Comédia, França / Líbano): 2007)
Horários: 16H30 - 20H15 (veja o comentário do CineCPS aqui)
Beirute. Cinco mulheres costumam se encontrar regularmente no salão de beleza Sibelle: Layale (Nadine Labaki), amante de um homem casado e que sonha com o dia em que ele se separará; Nisrine (Yasmine Elmasri), que está prestes a se casar mas não é mais virgem e não sabe como contar isto ao noivo; Rima (Joanna Moukarzel), que sente atração por mulheres; Jamale (Gisèle Aouad), que tem medo de envelhecer; e Rose (Sihame Haddad), que abriu mão de sua vida para cuidar da irmã mais velha. No salão os temas prediletos do quinteto sã.

"Valsa com Bashir"
(Vals Im Bashir - 90 minutos - 12 anos - Israel / Alemanha / França / Finlândia / Suíça / Bélgica / Austrália / Estados Unidos): 2008.
HORÁRIO: 18H30
Um repetido sonho faz com que um diretor busque seus antigos companheiros de exército, para reconstituir suas memórias sobre a 1ª Guerra do Líbano. Recebeu uma indicação ao Oscar. Em um bar um amigo conta ao diretor Ari Folman sobre um sonho constante que tem, no qual é perseguido por 26 cães ferozes. Através da conversa eles concluem que a imagem tem ligação com sua missão na 1ª Guerra do Líbano, no início dos anos 80, quando defendia o exército de Israel. Como Ari nada se lembra sobre o evento, ele passa a buscar e entrevistar seus velhos companheiros da época.

Cinema Francês com Jeanne Moreau

Dois filmes celebrando a atriz Jeanne Moreau nesta semana no Museu de Imagem e do Som, pelas mãos de dois diretores de primeira linha. Jules et Jim é um dos meus prediletos - vale a pena ficar a participar dos debates que seguem. Pra variar, grátis!

JULES E JIM – Dia: 17 / 07 / 09 (sexta-feira) - 19h – Debate após a Exibição
Direção: François Truffaut (1962), P&B
Elenco: Jeanne Moreau, Oskar Werner, Henri Serre
Sinopse: Jules et Jim é um filme francês que demonstra o talento de François Truffaut na direção de atores e toda sua capacidade de dirigir com sensibilidade e lirismo. Neste filme, o cineasta mostra com igual delicadeza a amizade de dois homens e o amor de ambos pela mesma mulher. Destaque para a bela interpretação da atriz Jeanne Moreau.

“OS AMANTES” – “Les amants” Dia: 18 / 07 / 09 (sábado) - 16h- Debate após a Exibição
Direção: Louis Malle, Ano: 1958 - (França), 88 min - P&B
Elenco: Jeanne Moreau, Alain Cuny, Jean-Marc Bory, Judith Magre
Sinopse: Jeanne Tournier, 30 anos, é a esposa de um diretor de jornal de Dijon, Henri Tournier. Mulher adúltera, Jeanne não sentia dramas de consciência por se divertir com outros homens. Inconseqüente, Jeanne deixa a filha com uma babá e vai a Paris em busca de aventuras. Lá conhece Raoul, de quem se torna amante. Quando lançado, o filme causou muita polêmica entre setores conservadores da sociedade e a fúria da Igreja Católica em todo mundo. A obra de Malle teve problemas para ser exibido em vários países, dentre os quais a França, os Estados Unidos da América e o Brasil. Jeanne Moreau foi a musa desta ousada obra de Malle. A atuação da estrela do cinema francês escandalizou seu país.

segunda-feira, julho 13

Curso de fotografia

A Casa do Lago (na Unicamp), está oferecendo um curso de fotografia para iniciantes. Toda terça pela manhã, das 9 às 11, de graça, com o fotógrafo Mauricio Costa.

Cabe aqui um pedido de desculpas por não ter avisado antes, pois as inscrições acabaram e já faz duas semanas que o curso começou. MAS, pra quem se interessou, não custa mandar e-mail pro professor e cruzar os dedinhos pra que o jeitinho brazuca funcione. O e-mail: mauriciocostafotografo@gmail.com

A primeira aula foi sobre as modalidades de câmeras existentes, e a segunda sobre alguns funções básicas da fotografia. Além da parte teórica, o curso promete passeios fotográficos pro pessoal botar a mão na massa e a previsão de término lá pra novembro.

Acompanhando os blogs

Existe um jeito muito fácil de acompanhar as postagens do blog (e os comentários) sem precisar entrar toda hora na página: são os FEEDS. Não conhecia e fiquei impressionado com a facilidade, já que várias pessoas postam e muitas mais comentam. Por exemplo, ficaria difícil ir post por post procurando por novos comentários. O lance então é ter um programa que puxa as atualizações como se fossem novos e-mails. O Wikipedia ainda enumera outras vantagens além das atualizações de conteúdo: não é lista, então não precisa mandar e-mail de inscrição; pode-se personalizar os recebimentos e utilizar programas de e-mail ou webmail. Uso duas formas, ambas grátis:

  • Agregadores de feeds: esqueça o Outlook, o Thunderbird da Mozilla é bem mais rápido e completo. Coloque os endereços dos alimentadores e pronto (na seção RSS account).
  • Browser: Ainda usa o InternetExplorer??? Leitor de e-mail ruim até vai, mas navegador não tem outro, muda logo para o Firefox! Além de mais rápido e mais seguro, a quantidade de customizações (os famosos add-ons) é incrível. Uma delas é o Newsfox, você abre uma aba do navegador como se fosse um leitor de e-mail e ele puxa as atualizações. Fácil!
Em ambos os casos, na configuração é só colocar os endereços dos feeds. Vou ajudar:

Cultura Campinas (cultcps.blogspot.com)
Postagens: http://cultcps.blogspot.com/feeds/posts/default?alt=rss
Comentários: http://cultcps.blogspot.com/feeds/comments/default

Cinema Campinas (cinecps.blogspot.com)
Postagens: http://cinecps.blogspot.com/feeds/posts/default?alt=rss
Comentários: http://cinecps.blogspot.com/feeds/comments/default

Espero que tenha ajudado. Se precisar de uma força nas configurações, manda mensagem... Abraços!

quarta-feira, julho 8

Morte Corporation (release)

Nosso amigo Conti participou do filme "Morte Corporation", um dos classificados para o Festival de Paulínia. Ele nos mandou o release do diretor Léo del Castillo:

"Imagine estar em casa, tranqüilo, e receber a visita da morte em pessoa (sic). Agora, imagine descobrir que ela está ali porque chegou a sua hora… Mas (in)felizmente ela não tem como levá-lo porque a conexão com a internet caiu. Esta é a história de Morte Corporation, curta¬-metragem finalizado recentemente em Campinas. Tony Mastaler, ator que fez Antonio, na mini¬série Presença de Anita da Rede Globo/2001 interpreta Luis, o homem que recebe a inesperada visita da Morte, interpretada por Roseli Silva, que fez a Lady Murfy na última campanha nacional da montadora Ford. Moderna, mas atrapalhada, a Morte precisa dar seqüência ao trabalho, mas seu iPhone não conecta à web por nada neste mundo. Irritada e sem saber o que fazer, inicia um diálogo com Luis, que fará de tudo para ganhar tempo. O curta foi escrito e dirigido por Léo del Castillo, diretor e produtor de filmes publicitários na região. Segundo Léo, esse curta faz parte de uma trilogia que pretende discutir a dependência da tecnologia e seu mau uso em nossas vidas. Morte Corporation foi feito com recursos próprios e contou com apoio da Paprika Filmes e da Bank Films, produtoras da região de Campinas, além da rede de hotéis Atlântico( Sleep-in Galleria ), que hospedou os atores gratuitamente. Para os próximos trabalhos, o diretor espera conseguir patrocínio através da Lei Rouanet. Interessados podem entrar em contato através do email: contato@leodelcastillo.com".


terça-feira, julho 7

Em paralelo, a Mostra de Paulinia

Igual ao ano passado, mas agora na 4a edição, Paulinia inclui logo após o festival uma "mostra" de filmes mais antigos, também com acesso gratuito. Deste vez acontece do dia 10-14 de Julho, nos distritos e bairros da cidade (Betel, João Aranha...). Destaque para os três primeiros filmes da lista. Saneamento Básico fez muito sucesso em Gramado - e é muito engraçado; Auto da Compadecida é uma comédia de sucesso televisivo que muitos já conferiram, e o Ano em que meus pais...um belíssimo drama (com filmagens em Campinas) que foi a indicação brasileira para o Oscar. Confira os dias e horários no site da Mostra.
  • Saneamento Básico
  • O Auto da Compadecida
  • O Ano em que meus Pais Saíram de Férias
  • Tainá 2 - A Aventura Continua
  • Maria, Mãe do Filho de Deus
  • Lisbela e o Prisioneiro
  • Se Eu Fosse Você